sexta-feira, 2 de março de 2012

Ah, a Música

Quem terá deixado esquecida
esta música ouvida num canto da rua?
Ninguém de quem passa nela repara
No entanto— é ela — faltava
no dia de chuva
No meu dia de chuva?
Meu  seria decerto este  dia
pois por mais precário que eu seja
nenhuma chuva fora podia
cair se acaso em  mim não caísse
Cai   chuva   e   há   música   em   meu  coração
Era mera ilusão o dia de chuva


Ruy Belo
In: AQUELE GRANDE RIO EUFRATES
Casa Fernando Pessoa

47 comentários:

  1. "...e quando a chuva cai, lava a nossa
    alma e nos deixa mais purificados, mesmo
    que por pouco tempo, ate a proxima chuva!"
    Abraços

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Simone

      A chuva tem esta particularidade: deixa-nos mais leve. Chuvinha mansa, retemperadora.

      :)

      Beijo

      Olinda

      Eliminar
  2. O meu grato abraço pela oferta de Ruy Belo.

    Um bom final de semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida São

      Obrigada eu por ter aqui vindo participar na leitura deste poema de Ruy Belo.

      Desejo-lhe uma boa semana.

      Bj

      Olinda

      Eliminar
  3. Querida Olinda:
    Gosto de Ruy Belo. Aliás, já não sei, se há algum poeta bom, de que não gosto. A poesia é a minha paixão, a prosa, o meu amor.
    Obrigada pela bela partilha.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. querida Maria

      Está como eu, não dispenso nada... :) Apesar de, normalmente, inserir aqui poemas, adoro uma boa prosa.
      E também a 'prosa' no sentido antigo de conversa, de cavaqueio.

      Beijos

      Olinda

      Eliminar
  4. Respostas
    1. Na verdade...o importante é arar sempre, sulcando os mares da poesia e das ideias.

      :)

      Abraço

      Olinda

      Eliminar
  5. Bom início de noite, Olinda!
    passando para apreciar este belo poema de Ruy Belo e desejar-lhe um ótimo final de semana.
    Beijo,
    Mara

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada, amiga Mara, pela sua estimada companhia, nesta leitura.

      Uma boa semana para si.

      Beijos

      Olinda

      Eliminar
  6. É.....na minha zona...nem a vi...Somos pobres em tudo...
    Beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :))

      Uns pinguinhos...uma amostra. E depois, Sol radioso...
      Se este Sol bendito fosse bem aproveitado, sempre se ganhava alguma coisa.

      :)

      Abraço

      Olinda

      Olinda

      Eliminar
  7. Belo o poema do nosso poeta, belo decerto o grande rio Eufrates, apesar dos desastres humanos de que tem sido espectador, mas a chuva não a ouço há muito, minha amiga.

    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai, Mesopotâmia, quem te viu e quem te vê...

      querida Ana, desejo-lhe uma boa semana.

      Beijos

      Olinda

      Eliminar
  8. Poema todo ele musicado.
    Beijo

    ResponderEliminar
  9. Apesar de dizer que o comentário está para moderar, não tenho a certeza, pois não consegui acertar nas palavras.
    Que coisa mais aborrecida, esta da verificação feita com palavras ilegíveis.

    Nova tentativa
    Mais um beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida Ná

      Estas letras de verificação que não sei donde vieram é um terror. Tenho tido (más) experiências como esta em blogues amigos, nos últimos dias. As letras são confusas, nunca sabemos se aquilo que digitamos é o que lá está ou não.

      Estou a ver se consigo resolver isto...

      Beijo

      Olinda

      Eliminar
  10. Que o amor seja nosso único vício, multiplicado pelo número infinito,
    tenha o total igual ao das estrelas no céu ou de gotas de água no mar,
    e seja dividido em nosso santuário de paz.
    *Everson Russo*Meu Filho*
    O amor realmente é a unica força capaz de mover o mundo
    nos dias de hoje pouco se fala de amor .
    Tudo que mais vemos é guerra pelo poder estamos
    vivendo um mundo violento muito longe da paz que tanto almejamos.
    Um lindo e abençoado final de semana.
    Beijos de paz e luz..
    Evanir...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga Evanir

      Realmente o amor é ou deveria ser a força motriz que regula as nossas acções. Façamos por isso que o resto nos será dado por acréscimo.

      Desejo-lhe tudo de bom.

      Beijos

      Olinda

      Eliminar
  11. Gostei do poema. Gosto do Ruy Belo. Que pena que não se adapte à realidade já que por aqui, por muito embrulhado que o tempo esteja não chove nem se espera que chova segundo os metereologistas.
    Um abraço e bom fim de semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo, querida Elvira. O chão já está ressequido, hidratá-lo de modo a fazer algum bem à agricultura, não sei não...Talvez uma chuvinha boa, mansa, persistente que entranhasse na terra e fizesse milagres.

      Beijo

      Olinda

      Eliminar
  12. Lindo!!!

    Beijos e bom final de semana Olinda!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Minha querida Carla Fernanda, muito obrigada e tenha uma semana com tudo de bom e muita poesia. :)

      Beijo

      Olinda

      Eliminar
  13. Chuva que nos lava o espírito e branqueia a nossa alma, minha Querida Olinda! A bebida dos deuses, que eles, por vezes, deixam entornar para nos presentearem.
    Um abraço muito grande, extendsivo à filhota.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida Isabel

      Felicíssima com a sua visita. Que os deuses nos dêem a mercê de provar com eles, sempre, dessa bebida que é a nossa Fonte de Vida.

      Abraços e beijos, meus e da minha filhota.

      :)

      Olinda

      Eliminar
  14. Fiquei sorrindo!
    É que lembrei que na quinta feira
    apanhei tanta chuvinha
    fiquei que nem uma pintainha...
    foi um momento que adorei
    e com as criancinhas até brinquei!!!

    Obrigada pelo poema, deixo um pequenininho
    que Ruy Belo escreveu, taõ bonitinho: :)
    "Este céu passará e então
    teu riso descerá dos montes pelos rios
    até desaguar no nosso coração"

    e eu digo:
    que o céu se lembre de nós
    e nos dê sorrisos de lágrimas
    que alimentam o rio
    do nascer até à foz :)

    e muito carinho deixo no teu cantinho
    misturado com a amizade dentro de um beijinho :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida Baila sem peso

      Nos teus comentários trazes-me sempre esta mensagem de luz, juntamente com as 'tuas' criancinhas. Sabes que adoro andar à chuva, e que sinto uma afinidade enorme com ela? O tempo enevoado e chuvoso não me faz impressão, para mim, é motivo de alegria...Como esta que me trouxeste com os versos de Ruy Belo e os teus.

      Beijinhos

      Olinda

      Eliminar
  15. Foi bom relembrar este belo poema!
    Obrigada!

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Rosa dos Ventos

      Obrigada pela visita e a companhia na leitura deste belo poema.

      Beijos

      Olinda

      Eliminar
  16. Olá Olinda

    Ruy Belo é sempre uma boa escolha.

    Nunca é demais lê-lo e relê-lo.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade, Tétis. Na releitura encontramos sempre algo novo.

      Beijinhos e uma boa semana.

      Olinda

      Eliminar
  17. Querida amiga a música aquece o nosso coração e torna belo mesmo o dia mais tristonho.
    Bom domingo
    beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah, a Música...magia das magias, que nos acompanhe sempre.

      Beijinhos, Maria.

      olinda

      Eliminar
  18. (eu apenas sinto a música e deixo a chuva lavar as paredes da minha alma, Olinda, querida Olinda, muito grata pela partilha, e um beijo grande!)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Minha querida

      E nesses sentimentos reside o nosso maior bem: a Felicidade.

      Canto da Boca, desejo-te uma semana excelente, com tudo de bom.

      Beijos

      Olinda

      Eliminar
  19. Bela escolha poética.
    Gosto da poesia do Ruy Belo.
    Olinda, querida amiga, tem uma boa semana.
    Beijos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Nilson

      A tua visita e a leitura do que aqui publico prestigiam este espaço.

      Boa semana.

      Grande abraço

      Olinda

      Eliminar
  20. Boa noite, querida amiga.

    Que poema lindo!!
    Amei...

    Beijos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga, Amapola

      Obrigada. Volte sempre.

      Beijos

      Olinda

      Eliminar
  21. Bela escolha...
    Olinda,meu amiguinho Tigre(Beagle) está participando do concurso Esconde esconde no blog da Kika,preciso de seu votinho a fotinha dele é a do NÚMERO 47 e este é o link :
    http://kikaeassuasideias.blogspot.com/
    A reginha para votar: 1-Seguir o blog da kika 2-Deixar no comentário o seu votinho Se fugir as regrinhas o voto não é valido, Muito grata!Beijos de luz

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Selma

      Vou lá votar e espero que o Tigrinho tenha ganho o concurso. Segui as regras todas... :)

      Beijos

      Olinda

      Eliminar
  22. Belo poema...Espectacular....
    Cumprimentos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Chana, pela sua presença aqui lendo este lindo poema.

      Abraço

      Olinda

      Eliminar
  23. olá sera que alguém me poderia dividir este poema nas partes lógicas e depois explicalas se nao fosse imcomodo obg

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Veja aqui, neste endereço,
      http://aulaportugues.no.sapo.pt/analisapoema.htm,
      ou aqui,
      http://www.escolavirtual.pt/assets/conteudos/downloads/10por/otextopoetico.pdf?width=965&height=600

      Pode ser que ajude...

      :)

      Eliminar