quarta-feira, 21 de março de 2012

As árvores e os livros

 

As árvores como os livros têm folhas
e margens lisas ou recortadas,
e capas (isto é copas) e capítulos
de flores e letras de oiro nas lombadas.

E são histórias de reis, histórias de fadas,
as mais fantásticas aventuras,
que se podem ler nas suas páginas,
no pecíolo, no limbo, nas nervuras.

As florestas são imensas bibliotecas,
e até há florestas especializadas,
com faias, bétulas e um letreiro
a dizer: «Floresta das zonas temperadas».

É evidente que não podes plantar
no teu quarto, plátanos ou azinheiras.
Para começar a construir uma biblioteca,
basta um vaso de sardinheiras.


Jorge de Sousa Braga
         -1957-


Poema in:Instituto Camões - Imagem: os alinhavos da poesia 

15 comentários:

  1. Querida Olinda:
    Que lindo! É um pouco assim, que eu vejo os livros e as árvores.
    Desde muito pequena que a melhor prenda, que me podem dar, é um livro. Comecei a ler cedo. Antes disso, via as imagens e inventava histórias.
    Outra coisa que os livros têm das árvores: Sendo de papel e este feito de árvores, são um pouco filhos delas.
    Beijinho
    Maria

    ResponderEliminar
  2. Uma foto muito bonita , acompanhada de um bom texto, tudo muito combinado com este Dia da Poesia e da Floresta.

    Bem haja, minha linda!

    ResponderEliminar
  3. Gostei da sua escolha para este dia mundial de poesia, que cai na primavera quando as florestas estão mais bonitas.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  4. Querida amiga
    De todo o coração eu venho o agradecer o carinho e apoio, o qual foi fundamental para que eu chegasse a final da 6º Pena do Ouro, na Ostra Poesia., no Blog da Lindalva.
    Mais uma vez venho pedir a voce o seu votinho para a minha poesia.
    Sentindo a Vida
    Para votar
    Clik no link
    http://ostra-da-poesia.blogspot.com.br/
    Como votar
    DIGITE O NOME DA POESIA E O LINK DO SEU BLOG
    (é importante deixar o link para seu voto ser validado)
    Desde já agradeço de todo o coração a seu apoio e votinho
    Tenha um lindo dia coberto de muita paz e alegria
    abraço amigo
    Maria Alice

    ResponderEliminar
  5. Boa tarde Olinda!
    eu já conhecia este poema, mas fazia tempo que não o lia.
    Foi muito bom reler, obrigada.
    Beijo,
    Mara

    ResponderEliminar
  6. Magnífico poema.
    E escolheste a foto ideal para o poema.
    Beijos, querida amiga.

    ResponderEliminar
  7. O Poeta é um fingidor,
    finge tão completamente que chega a
    fingir que é dor a dor que deveras sente .
    *Fernando Pessoa*
    Um Feliz Dia Internacional Da Poesia
    Creio Que Existe Em Todos Nos Um
    Cantinho De Poetar No Coração.
    Mais Esse Dom Não Foi Dado
    A Todos.
    Um Abraço Carinhoso Pelo
    Dia Internacional Do Poeta.
    De Um Dia Tão Importante Para Todos Nos.
    Tem Um Mimo Na Postagem .
    Caso Gostar Foi Feito Com
    Muito Carinho.
    Beijos e Beijos.
    Evanir.

    ResponderEliminar
  8. Olinda, se me permite, gostaria de comentar teu poste com alguns versos.

    A Árvore

    Toda vez que vejo uma árvore derrubada
    Nos terrenos das construções
    Penso na loucura dos homens
    Na insanidade absurda
    Que nasce nos corações

    Penso na ganância
    Que corrompe e solapa
    Não se preocupando
    Com o futuro da raça

    Mas penso na própria árvore
    Que indefesa contra o nefasto
    É sacrificada e morta,
    E trocada pelo aço

    Por algumas somas de dinheiro
    Para ser arrancada
    E mais tarde transformada
    Numa cruz e numa estaca

    Crucificando e transformando
    Toda terra num deserto
    Sepultando a ESPERANÇA,
    Desse ÉDEN que nos resta!


    Beijos em teu coração e um abraço.

    ResponderEliminar
  9. Já li muito nesta vida, mas não conhecia este poema. Obrigada, minha amiga.

    Beijo

    ResponderEliminar
  10. Olinda,

    Quanta beleza nesse poema do poeta
    Jorge de Sousa Braga, eu não conhecia.
    A foto é maravilhosa.


    Ótima semana pra ti!
    Beijos grandes!

    ResponderEliminar
  11. Que linda poesia, não conhecia.
    Excelente escolha, para uma homenagem.

    Estive um tanto ausente, Olinda, voltarei para ler,
    com muita calma, as postagens anteriores, principalmente
    "A juventude não se esquece de mim"...

    Deixo-lhe meu carinhoso abraço, querida amiga.

    ResponderEliminar
  12. Minha querida

    Tudo o que se faz com carinho e amor é poesia...não é só quem rima com as palavras que é poeta...a poesia está em cada alma...em cada gesto...em cada coração.
    Parabéns pelo dia da poesia.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  13. AMIGA
    No dia da poesia deixo um beijo e...




    PRIMAVERA


    Amor...
    Florir...
    Sorrir...
    E...


    Na Primavera...
    As flores...
    Florescem...
    Sorriem...
    E...


    Cativam o Amor...
    E nós...
    Deixamo-nos
    Embalar...


    E continuamos...
    A Amar!...


    LILI LARANJO

    ResponderEliminar
  14. Meus queridos amigos

    Enriqueceram com os vossos comentários esse Dia dedicado às Florestas e à Poesia. Apreciei todos e cada um. Ainda que se diga que não deveria haver esses 'dias' não há dúvida que nunca é demais falar das árvores, da poesia, por tudo de bom que trazem à nossa vida.

    Grande abraço.

    Olinda

    ResponderEliminar