quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Uma espécie de 25ª hora

De quatro em quatro anos somos premiados com este bónus: mais um dia de vida. Quem nasce em 29 de Fevereiro faz anos de quatro em quatro anos o que quer dizer que terá um tempo mais longo de vida se a morte, entretanto, não sobreviesse para estragar tudo. Assim, o tempo que nos preocupa tanto, a passagem do tempo pelas quatro fases da vida, parece não ter assim tanta importância. É mais uma questão manipulável, ao sabor de momentos, de decisões, de calendários. 
Em 1582 foi decidido substituir-se o Calendário Juliano pelo Calendário Gregoriano, para a regência do tempo europeu. Posteriormente veio a verificar-se que sobravam dias, não coincidindo o movimento de translação da Terra com as contas cá em baixo. Posto que tudo é matemática, fórmulas daqui, fórmulas dacolá, foi resolvida a situação da forma como sabemos.
Tomou-se o nascimento de Cristo como baliza, começando o nosso tempo no Ano I. Esquecemo-nos do Ano 0. Se refizermos as contas nem estamos no ano 2012. Mas isto também não tem tanta importância assim. Andamos atrasados em milhares de anos, se compararmos o nosso calendário com o de outras regiões do globo. Talvez por isso ainda nos falte algum savoir faire para nos cumprirmos verdadeiramente.
Pelo sim pelo não, aceitemos este dia como uma 25ª hora, para reflexão, assestando o nosso astrolabium na persecução de destinos dignos de nós.  




Imagem:Google
     

28 comentários:

  1. O tempo não é linear como agora se crê, é ciclico.

    Tenho um familiar que faz anos hoje, rss

    Um bom dia, linda

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é verdade, São.

      E eu tenho uma irmã que se casou num dia 29/Fev.
      Nós brincamos sempre com isso...

      :)

      Olinda

      Eliminar
  2. Querida Olinda:
    Mês chatinho, pequenino. Não gosto dele. De 4 em 4 anos, dá-lhe a mania das grandezas e resolve ter mais um dia.
    Felizmente está no fim.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :))

      Chatinho mesmo, querida Maria. Felizmente vêm aí as calendas de Março...primavera,renovação da Natureza.

      Beijihos

      Olinda

      Eliminar
  3. Por vezes...o Registo Civil, propõe registar com data de 1 de Março
    Bejo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Andradarte

      Interessante! Eis uma coisa que eu desconhecia completamente...

      abraço

      Olinda

      Eliminar
  4. Olá Olinda,

    Interessante seu post, eu particularmente gosto de todos os meses, pra mim todos tem seu encantamento.

    Fico muito feliz quando me visita...

    Bjos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, @Escritora

      Cada mês com o seu encanto, não é?

      :)

      Bjo

      Olinda

      Eliminar
  5. Oi Olinda,
    E mesmo não querendo, não há como escapar do relógio biológico, não é?
    Este sim é implacável e foge a todas as regras e convenções formuladas pelo homem.
    Ainda acho mais interessante a teoria da relatividade Eisnteniana, onde um astronauta de 50 anos de idade que ao sair da terra à velocidade da luz, retorna para ela mais novo que seu filho, rsr.
    Mas parabéns não custa dizer a quem mais este quadriênio está passando.
    De preferência com muita saúde, paz e amor.
    Um abraço a ti e um beijo em teu coração.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É, meu amigo Antônio, o relógio biológico é a máquina que nos governa ou que devia governar-nos. Acho que nem sempre lhe damos atenção e torna-se implacável para se fazer ouvir... :)
      Vi em tempos um filme com um tema igual ou parecido de um homem, jovem, que retorna sem que os anos tivessem passado por ele. Então, a desorientação, não se integrando no tempo entretanto transcorrido, com as mudanças verificadas,foi terrível.
      Ao menos este ano temos os jogos olímpicos. É sempre bom lembrarmo-nos dos tempos em que a Grécia florescia. Daqui a 4 anos é aí no Brasil, não é?

      Meu amigo,estou consigo, haja saúde, alegria, paz e amor.

      Um grande abraço.

      Olinda

      Eliminar
  6. É verdade ^^

    Fevereiro é daqueles meses que passam sem ninguém dar conta.
    Tem Carnaval e só isso.
    Março já é mês de Primavera :)

    Beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida Ná

      E, na Primavera com tudo o que ela significa e as primícias e promessas que ela nos traz, o coração fica mais leve e pronto a enamorar-se da vida...

      Beijos

      Olinda

      Eliminar
  7. Particularmente, este ano bissexto de 2012 é um ano que tem um dia mais para sermos humilhados pelos nossos governantes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é, caro Vitor, mais um diazinho para nos anunciarem mais 'recessão e mais desemprego'...

      abraço

      Olinda

      Eliminar
  8. Minha querida

    Realmente é complicado para quem nasce nesse dia, só festejar de 4 em 4 anos.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida amiga

      Dá a impressão que a vida fica em 'suspenso' durante 4 longos anos, não é? .))

      Beijos

      Olinda

      Eliminar
  9. Nada a declarar, e nem a contibuir, disseste tudo, Olinda, só vou lhe aplaudir!

    Um beijo imenso!

    ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :))

      Obrigada, Canto da Boca.

      Beijos

      Olinda

      Eliminar
  10. E este dia veio trazer uma certa superstição ao ano. Lembro que quando eu era menina, minha avó dizia que em "ano bissexto nem trigo na eira, nem fruta no cesto" Quando eu estive em Moçambique conheci lá uma velhinha que me disse que na tribo de onde vinham pulavam o ano bissexto, porque este era sempre ano de seca. Moçambique era na altura não sei se ainda é um país sujeito a secas. Então alguns indigenas diziam que era consequência do ano bissexto. Superstições à parte, até porque não acredito que se este fosse comum, estivessemos melhores, mas este ano está tão difícil que o melhor era mesmo tirar-lhe dias PARA ACABAR MAIS DEPRESSA.
    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida Elvira

      Até parece que as profecias ou superstições estão a cumprir-se... Bom, a parte que nos compete é anular os seus efeitos. Mas, e a chuva que não vem? Faz-me lembrar a situação de seca extrema ou seca severa de 2005. Teremos de ir aos nossos anais ver como é que se conseguiu ultrapassar isso.
      Pular o ano bissexto não seria má ideia, não?


      Beijos

      Olinda

      Eliminar
  11. Adorei a postagem Olinda. Tenho uma amiga que triste fica porque faz niver dia 29/02, e seu filho também nasceu no dia 29/02, ela sempre diz que não consegue ligar com isso, e nem sabe qual sua idade de verdade risos.
    Pro outro lado é bom, ter esse desconto na idade de 4 anos não é nada mal risoss.

    Depois de alguns dias ausente, estou de volta tentando colocar tudo em dia.
    Ja estava com saudades de passar aqui.
    Abraço grande!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Smareis

      Isso é que é falta de sorte, não é? :))

      Seja bem-vinda. Já estávamos com saudades suas.

      Beijos.

      Olinda

      Eliminar
  12. Boa noite Olinda!
    depois de uma semana ausente nas páginas dos amigos, cá estou eu de volta.
    Olha, eu não gostaria de nascer em 29/02.Tenho amigos que nasceram e também não gostam.
    Beijo,
    Mara

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, querida Mara

      Contente pelo seu regresso. :)
      Isso do dia 29/02 é uma coisa que parece afectar muita gente.Por cá temos uns sete mil e tal nascidos neste dia tão fugidio...

      Beijos

      Olinda

      Eliminar
  13. Obrigado pela sua visita ao meu blog ficção-

    Afinal, pelo que nos conta no seu post

    tudo são ficções!

    Saudações minhas.

    ResponderEliminar
  14. :)

    Bem visto, Vieira Calado.
    Realidade e ficção...onde termina uma e começa a outra ou vice-versa. Ou então a realidade sensível e a inteligível; ou então resvalemo-nos para as percepções e aqui a coisa se complica ainda mais...

    :))

    Abraço

    Olinda

    ResponderEliminar
  15. No dia 29 passado fui à reunião familiar comemorativa de aniversário de meu cunhado Zeca. Ele estava feliz, dizendo-se um jovem de apenas 19 anos...(nasceu em 1936)...Ele, e nós, nos divertimos muito,de 4 em 4 anos...Nos outros anos, encontramo-nos a 1º de março...no fim das contas, dá tudo na mesma...Essa "coisa" de calendário, é pura formalidade...só o tempo e o espaço importam.

    Oportuna postagem. Gostei!
    Beijos!

    ResponderEliminar
  16. Querida Lúcia

    É verdade, dá tudo na mesma, mas também com uma das minhas irmãs, já viúva, era sempre um riso pegado porque ela só fazia anos de casada de 4 em 4 anos. Assim, era, praticamente, um namoro sempiterno, uma situação perene de recém-casados...
    A solução do 1º de Março era boa...mas prevalecia sempre aquela sensação de que já tinha sido 'ontem'.

    :))

    Beijinhos

    Olinda

    ResponderEliminar