terça-feira, 16 de abril de 2013

Até que a voz me doa

Cantarei até que a voz me doa
Para cantar, cantar sempre o meu fado
Como a ave que tão alto voa
E é livre de cantar em qualquer lado

Cantarei até que a voz me doa
Ao meu país, à minha terra, à minha gente
À saudade, à tristeza que magoa
Ao amor de quem ama e morre ausente

Cantarei até que a voz me doa
O amor e a paz cheia de esperança
Ao sorriso, à alegria da criança
Cantarei até que a voz me doa.



Maria do Céu


Um exercício que nos mostra que a voz é o instrumento mais perfeito que existe. Com ela, sem mais nenhum equipamento, dá-se um concerto, discursa-se, fala-se, ri-se, chora-se... os nossos sentimentos podem ser manifestados em todos os tons e sons, chegando a atingir níveis impensáveis.


Kenza Farah feat Soprano 


Qualquer que seja o seu alcance, por via natural ou por treino, a Voz é um dom. Para além dos cuidados que devemos ter com ela, em relação a tudo o que a possa deteriorar, há um aspecto muito importante que não deve ser descurado. A voz tem de ser usada, utilizada amiúde, todos os dias.


Ildo Lobo


Conheço pessoas, muito chegadas, que se desabituaram de falar porque vivem sozinhas ou porque já chegaram à conclusão de que não vale a pena falar. Mas aí é que está. Se não tivermos com quem falar, leia-se em voz alta, textos, poesia, cante-se no duche ou a fazer uma qualquer tarefa ou então só pelo prazer de cantar... Dançar e cantar, uma receita infalível para a boa disposição. 


Fernanda Montenegro 



Cabe-nos a nós zelar pela saúde da nossa voz. E que ela seja o nosso meio de comunicação preferencial, nos diversos contactos do quotidiano.

****

Uma curiosidade:

A minha filha quando tinha três anos, veio com esta pergunta: Mãe o que é isto? e deu um gritinho. Eu respondi: É a voz. -Avós? admirou-se ela. - Voz, Voz. E lá exemplifiquei também, emitindo uns sons, explicando-lhe então a sua função. E ela fez: Aaaah...maravilhada. E durante uns dias andou pela casa a trinar, a cantar e a contar histórias, pelos cotovelos... 


*****
Videos e letra fado - Internet

12 comentários:

  1. rrsss as crianças são uma maravilha!

    Eu vivo só há trinta anos, mas tive uma profissão em que falava muito....agora, que já estou aposentada, "entro" nos debates políticos, rrss

    Um abraço, minha querida

    ResponderEliminar
  2. e quando nos doer a voz

    cantemos por gestos

    ResponderEliminar
  3. Minha querida amiga
    Começas esta "rica" postagem com um fado que adoro! Aliás, eu gosto muito de Fado.
    Apelidei esta tua postagem de "rica" porque o tema é rico! A fala! Uma das faculdades mais importantes do Homem. Todos os animais comunicam entre si ( e quem sabe se não os outros seres vivos???), e através da comunicação se estabelecem relações de sociedade - e o Homem é um ser essencialmente social - embora haja alguns pouco sociáveis :)))
    Achei giríssima a pergunta e reacção da tua filhota. As crianças são das coisas melhores que existem na vida!

    Que tudo te corra bem na vida, minha querida, é o que mais desejo.
    Um beijo do tamanho do mundo.

    ResponderEliminar
  4. Na minha infância, passei umas poucas férias, junto à casa onde nasceu e viveu António Feijó. Numa das suas belíssimas poesias escrevia:
    'Voz que jamais vibrou num soluço de mágoa,
    Ao nosso coração nunca pode chegar...
    '
    abraço.

    ResponderEliminar
  5. Um bom post sobre a problemática: A VOZ. Exemplificando muito
    bem. Gostei. Desejo que esteja bem.Bj.
    Irene Alves

    ResponderEliminar
  6. Querida amiga
    Depois de muito silencio, eu vim me fazer presente, trazendo a certeza que me recordo de você com carinho e amizade.
    Sinto muita saudade de não vir aqui mais vezes, mas fiquei presa no caminho, tentando resolver algumas coisas pendentes.
    Pedras aparecem pelo caminho, e delas precisamos fazer renascer lindas flores, para que nossa vida se torne um lindo jardim.
    Abraço amigo.
    Maria Alice
    Meu facebook é http://www.facebook.com/mariaalicefcerqueira

    ResponderEliminar
  7. Olha, eu falo sozinha mesmo (e com os meus gatos ;)!
    Beijinhos, boa quinta!

    ResponderEliminar
  8. Querida amiga

    A voz é para mim
    a forma como
    a alma abraça a vida
    e se revela,
    e nos revela...

    Acorda a alegria em ti,
    como quem acorda uma pessoa muito amada...

    ResponderEliminar
  9. A voz,foi o meu mais precioso "instrumento" de trabalho e,já bem antes, sempre tive muito cuidado em mantê-la clara, agradável. Mais ainda, quando,no teatro amador,em que eu cantava, um maestro disse-me que eu tinha uma voz rara, de contralto. A partir daí, os cuidados redobraram rsrs...
    Hoje só, em casa, converso com as minhas companheiras felinas e ao telefone, com irmãs e sobrinhas e mais... a vizinha que gosta de um bom "papo" me faz exercitar bem a voz.
    Nas reuniões de família, aniversários, ainda dou uma "palhinha", em canções conhecidas...
    Dia 16 de abril, comemora-se o "Dia da Voz".

    Beijos, Olinda!

    ResponderEliminar
  10. Excelente post!

    É admirável o cuidado que colocas em cada edição.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  11. "Cantarei até que a voz me doa"! Expressão forte, que vai na contra-mão de situações que hoje tentam nos calar, silenciar, mas haveremos de cantar sempre, eternamente!

    Algumas vezes pela voz criamos um mundo, imaginamos um perfil, pela voz funda-se um planeta!

    Essa semana eu havia falado em Maria do Céu, pois o Caetano Veloso, na canção, Língua, faz uma referência à ela, e então entro em seu blogue e dou de cara com ela e numa interpretação belíssima de fado, um estilo musical, um estilo de vida, uma identidade, uma entidade, que me é tão car@. E durante o poste nos presenteias com mais exemplos de vozes, e finda sua postagem "rica", conforme tão bem disse minha querida Mariazita, com a dama do teatro brasileiro, a grande artista Fernanda Montenegro, numa alusão à Simone, grandes mulheres foram homenageadas aqui.

    Um beijo, amiga Olinda, e um final de domingo tranquilo!

    ;))

    ResponderEliminar
  12. Em tempo: adorei a história vivenciada por sua filha e que partilhaste conosco, as crianças são assim, simples e profundas!

    Beijo!!

    ResponderEliminar