domingo, 18 de junho de 2017

Estamos de luto.

Estamos de luto, com o coração amachucado, sem forças para compreender e aceitar o que se passou e o que continua a passar-se. Florestas em fogo, inalação mortal de fumo, estrada pejada de carros queimados e seus ocupantes apanhados numa morte horrível. Hora aziaga em que tudo de mau se conjugou para sua e nossa desgraça. As palavras nesta altura são poucas para exprimir a nossa dor. Façamos o que nos for possível para consolar os familiares e ajudar os sobreviventes.

A hora é de solidariedade.

8 comentários:

  1. Tem toda a razão, minha querida Olinda.
    Um beijo

    ResponderEliminar
  2. Estamos todos de coração apertado.
    Abraço

    ResponderEliminar
  3. Junto a minha solidariedade à sua. Estou sem palavras e sinto-me de luto também.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  4. Concordo, querida Amiga.
    Beijinho.

    ResponderEliminar
  5. Em luto, sim. E, desta vez, não sei de palavras para tamanha tragédia.
    Bj, amiga

    ResponderEliminar
  6. Não é inevitável continuar a provocar a natureza

    ResponderEliminar
  7. Meus amigos

    As palavras fugiram-me completamente. Foram para um recanto inacessível, pelo menos por agora. Refugiaram-se num silencioso torpor. Apenas o sentimento da fragilidade do nosso ser se faz presente.

    Abraço

    Olinda

    ResponderEliminar
  8. Olá, Olinda!
    Estamos todos de luto.
    E incapazes de entender como tudo aconteceu.
    Tanta dor.
    Beijo, amiga.

    ResponderEliminar