terça-feira, 8 de março de 2011

MUKAI*

Ansiedade de Don Sebas Cassule




(2)

O ventre semeado

desagua cada ano

os frutos tenros

das mãos
                
(é feitiço)

nasce a manteiga

a casa

o penteado

o gesto

acorda a alma

a voz

olha para dentro

do silêncio milenar.


(O lago da lua)

Ana Paula Tavares


*Mulher
Excerto e imagem retirados de:

4 comentários:

  1. Amiga, Hoje é o dia de TODAS as mulheres, de TODAS as raças e religiões, mulheres que se esquecem tantas vezes de si em prol da família, mulheres que lutam por uma vida melhor, mulheres companheiras, amigas, colegas, mães, mulheres que sorriem quando a alma chora, mulheres que não desistem de alcançar os seus sonhos e que no fundo do seu coração apenas desejam encontrar o seu caminho na estrada da VIDA.
    Para uma grande mulher, com um coração maravilhoso eu desejo um DIA muito feliz.
    beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  2. Olá, Maria

    Muito obrigada por estas palavras tão lindas.Desejo-lhe também muitas felicidades.
    Beijinhos
    Olinda

    ResponderEliminar
  3. Ah, esta é uma verdadeira poetisa.Não se limita a escrever versinhos. Mas desta vez não a encontrei nas "Correntes d'escritas"...

    ResponderEliminar
  4. Os poemas de Paula Tavares têm a arte de nos colocar no centro do nossos próprios limites.

    Abraço
    Olinda

    ResponderEliminar