terça-feira, 29 de agosto de 2017

I giorni della settimana

-Settimana. Gosto desta palavra. Coloca-nos logo no número exacto de dias de uma semana. Há muito que quase nos esquecemos que uma semana tem sete dias com a história dos dias úteis que são cinco. E porquê úteis? será que sábado e domingo são dias inúteis? É por isso que gosto quando os italianos se referem aos dias de trabalho como giorni lavorativi. Não há que enganar.

Assim discorria o elemento mais velho da família com a propriedade que a antiguidade lhe conferia, a propósito dos chamados dias de semana ou dias úteis que alguém deixou escapar.


Estávamos no terraço a aspirar por algum fresco que eventualmente nos quisesse visitar. Por comum acordo, novos, velhos e assim assim tínhamos colocado os telemóveis e outros aparelhos electrónicos num cesto, de modo a não nos desviarem do nosso convívio dominical. Por isso, nada de facebooks, twitters ou quejandos.

Com o rumo que a conversa levava, um dos meus sobrinhos lembrou-se das semelhanças dos dias da semana em francês, espanhol e italiano. E lá recitou: 
para o francês temos: dimanche, lundi, mardi, mercredi, jeudi, vendredi, samedi; para o espanhol: domingo, lunes, martes, miércoles, jueves, viernes, sábado; para o italiano: domenica, lunedì, martedì, mercoledì, giovedì, venerdì, sabato.

- Palmas para tão grande declamador. 
E nosso mais velho, referido acima, ainda comentou:
Vá lá, ao menos sabes que domingo é o primeiro dia da semana.

Então a minha filha interpelou o nosso sábio
Olha lá, e em português porque é que, sendo também um idioma de origem latina, os dias da semana são tão diferentes? 
- Ah! Isso já não sei. Também não tenho que saber tudo, não achas? Já agora o que é que sabes sobre isso?
- O que eu sei é que tem a ver com feria, dia de descanso, para os cinco dias a que chamamos dias de trabalho ou dias úteis...Giro, não é? Olha, pesquisa!




-Boa! Esta é a parte em que podemos ir buscar os telemóveis para ver como é ... - exclamou o benjamim. 
-Os telemóveis não, um telemóvel e já é muito ou então uma enciclopédia- admoestou o pai

E o que é que descobrirão os nossos diligentes pesquisadores? Declarou-se, então, aberta uma caça ao tesouro. Todos debruçados sobre o telemóvel de serviço, lá partiram para esse desbravamento.

Voltaremos. Mas, entretanto, o nosso querido leitor o que nos poderá dizer sobre o assunto?

De assinalar, a despropósito do tema deste post, que o tempo refrescou, graças a Deus. Já choveu. Apesar da tendência para as inundações, com as sarjetas entupidas como é hábito, a chuvinha de hoje soube que nem uma bênção.

Desejo-vos uma boa terça-feira.

====
Imagens: Pixabay

36 comentários:

  1. O que posso dizer, Olinda é que gostei mesmo de saber que ainda há famílias que se reúnem para falar das coisas, sem telemóveis. Uma conversa muito animada sobre os dias da semana, onde todos sabiam o que era preciso saber. Também fiquei a gostar da palavra "settimana".
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Graça

      Muito obrigada pelas suas palavras.
      Como sabe, prometi voltar com o resto da conversa mas agora enriquecida com os vossos contributos e com o interesse que dedicaram a este tema.

      Bj

      Olinda

      Eliminar
  2. Antes de mais, Olinda, quero dar-te os parabéns pelo magnifico post, uma publicação diferente onde nos mostras o que deve ser uma reunião, um convívio familiar; nada de novas tecnologias para que assimse volte ao diálogo entre todos; dessas conversas saem sempre assuntos muito interessantes, como foi este caso. Adorei a palvra " settimana" e também achei interessante a alusão aos dias úteis; nunca tinha pensado nisso, mas de facto os outros também são úteis; são ocupados de outra maneira mas com muita utilidade, porque descansar é mudar de actividade e é precisamente o que se faz nos sábados e domingos.
    Teria que pesquisar o motivo de todos os nossos dias da semana serem tão diferentes dos outros de origem latina, mas não vou fazê-lo; esperarei , pois com certez alguém saberá
    Amiga, muito obrigada pelo post tão interessante e desejo que esse convivio saudável continue, pois é ele que dá cor aos nossos dias. Beijinhos
    Emilia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida Emília

      Muito contente com o teu comentário o auql nos leva ao cerne da questão que, no presente caso, se trata do convívio no seio familiar e de aproveitar os momentos que a vida nos concede para troca de ideias de conhecimentos. E no meio disto a vontade de estar uns com os outros com muito riso e algum tino. :)

      Quanto ao tema do nosso post, alguns dos nossos amigos, como verás mais abaixo, já nos indicaram alguns caminhos e agora cabe-me a tarefa de juntar tudo e produzir uma publicação, se para isso tiver engenho e arte, como diria o poeta.

      Desejo-te uma semana excelente.

      Beijinhos

      Olinda

      Eliminar
    2. "o qual"

      Escrevi a palavra ao contrário, sabe Deus porquê. :)

      Bj

      Eliminar
  3. Um post muito interessante. O ano passado este mesmo tema valeu uma aula de Cultura Portuguesa na UTIB.
    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Elvira

      Que bom! Há pormenores na língua portuguesa que fazem parte do quotidiano e que nem sempre nos chamam a atenção, até que um dia surge um clique... :)

      Bj

      Olinda

      Eliminar
  4. Olá, estimada Olinda!

    Que post inteligente e interessante, como é seu apanágio! Ai, mas no início não estava entendendo nem o título, nem a settimana (não diga a ninguém, mas frequentei o Instituto Italiano de Alta Cultura durante um anito, mas "aquilo" era longe, na Rua do Salitre e eu era tão inexperiente e temerosa, que os meus pais acharam k deveria desistir, pke tinha a faculdade e mais umas coisinhas pra fazer, nomeadamente a dança.

    Pois, boas conversas se fazem e se passam nesta família, que deixa os telefones espertos bem de lado, num cesto, e iniciam uma espécie de pergunta-resposta, pondo os conhecimentos de uns e de outros, à prova. Vamos lá, meninos pesquisadores! O assunto é mto giro e já vem do tempo do Paganismo. Não esqueçam Constantino, o Imperador, nem o Concílio em Braga lá por volta do ano 600 e tal d.C.

    Sabem que a semana já teve oito dias? Ora, vamos lá pesquisar, mas usem fontes diversas. Fico a aguardar.

    Beijinhos para vocês, especialmente, e para os menos jovens, também.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Céu

      Tenho vindo a responder aos comentários de baixo para cima, de modo que já lhe fui dizendo algumas coisas sobre o assunto, não muitas, diga-se de passagem.
      Boas dicas nos traz. Vamos lá ver se os dados coligidos vão ao encontro de tanta cultura, se houve capacidade para se recuar tanto no tempo. A ver vamos...

      Muito obrigada.

      Beijinhos

      Olinda

      Eliminar
  5. Boa noite Olinda!
    Uma postagem muito boa. Muito bom a família reunida e os telemóveis num cesto. A conversa sempre fica mais animada. Gostei dessa palavra Settimana.
    Andei um pouco ausente , mais já tem atualização por lá.
    Desejo que o mês de setembro seja de muitas bênçãos em sua vida.
    Abraços e sorrisos!
    Um ótimo fim de semana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Smareis

      Obrigada pela visita e comentário.
      Irei visitá-la em breve.
      Também lhe desejo um Setembro pleno
      de coisas boas.

      Bjs

      olinda

      Eliminar
  6. Minha amiga como sempre um post muito interessante.
    Fiquei intrigada com a origem dos nomes dos dias da semana e também fui procurar e eis o que encontrei e me fez sentido:

    O feira, de segunda a sexta, vem de feria, que, em latim, significa “dia de descanso”. O termo passou a ser empregado no ano 563, após um concílio da Igreja Católica na cidade portuguesa de Braga em que S. Martinho propôs que durante a Semana Santa todos os dias fossem inteiramente consagrados ao descanso, ao culto católico e às orações. o "feira" acabou depois por ser aplicado a todos os dias do ano.

    Nunca tinha pensado nisto, foi interessante pesquisar.

    Beijinhos
    Maria de
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida Maria

      Fiquei feliz por ter atendido ao meu apelo. E quase que não preciso fazer o post prometido. Realmente, tudo está contido em feria e feira e no seu significado e o que representava naqueles tempos em que a Igreja tinha sempre uma palavra a dizer.

      Há um óbice indicado pela nossa querida Céu: o ano de 563. Vou ver o que poderá significar e di-lo-ei então no tal post, se tal me for possível. :)

      Beijinhos.

      Olinda

      Eliminar
  7. Eu gostei da postagem. Aqui sempre se aprende. Realmente a designação italiana, mais próxima ao latim é mais lógica. Há tempo li, mas nem me lembro direito, parece-me que na língua portuguesa, os dias de trabalho vem de feira de mercadoria mesmo, que seria a segunda feira, porém qual foi a primeira feira? Foi no domingo? Fico com os italianos! Não entendi o detetor de metal. Procurando um telemóvel enterrado na areia? Foi o que me pareceu segundo o texto. Parabéns! Grande abraço. Laerte.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Laerte

      Obrigada pelo seu contributo. Sim, qual será a primeira feira? Adorei a pergunta que tem lógica. Quanto ao detector de metais sabe-se lá por que será que ali está! Tanto pode ser à procura de um telemóvel dada a restrição do seu uso no contexto como de ideias que, no sentido figurado, podem revestir-se não sei de que materiais. Não descurar nada é o ideal! :)))

      Grande abraço.

      Olinda

      Eliminar
  8. Olá, estimada Olinda!

    Então, os nossos historiadores/pesquisadores estão a fazer o TPC (rs)? A Maria, ou pke sabia, ou pke pesquisou já deu uma boa ajuda, embora o ano 563 seja discutível, mas a História não é uma ciência exata.

    Fico aguardando as vossas descobertas. Combinado?

    Beijos para todos.

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Ok, Céu, vou ver se descubro o que se passará com o ano de 563...

      :)))

      Bj

      Olinda

      Eliminar
  9. Também gosto da settimana e acho que as nossas feiras diárias
    além de obsoletas, são uma maçada inútil...
    O AO não reparou nestes despautérios...
    Deixaste o enigma e abalaste - há uma semana - sem dizer palavra
    a ninguém... nem por correio... (aparelhos nos cestos)
    Desejo que te encontres bem de saúde e que estejas a usufruir
    ótimas férias.
    Beijinhos, estimada Olinda.
    ~~~~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Majo

      A culpa da minha falta de notícias é do telemóvel. É o que dá. Confiamos neles para nos alertarem disto e daquilo e afinal falham-nos. O meu não me notifica para nada. A antiga agendazinha ainda faz falta.

      Bj

      Olinda

      Eliminar
  10. Olá, estimada Olinda!

    Passando para saber de si, agradecer-lhe a visita e comentário no meu blogue e simultaneamente saber se já haveria resultados da pesquisa dos "nossos" meninos. Diga-lhes, por favor, que eu não ando a fazer de "capataz" e se têm mais k fazer, por agora, tudo certo.

    Beijinhos e um bom fim de semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cara Céu

      Os nossos pequenos pesquisadores entregaram o trabalho há já algum tempo. Eu é que sou uma indisciplinada incorrigível, protelando a feitura do correspondente post. Ainda bem pois, entretanto, recebi os vossos contributos. Obrigada.

      Bj

      Olinda

      Eliminar
    2. Ah, "pobrezinhos" dos pesquisadores! Tão certinhos que eles são, mas a "culpa" é toda da "menina" e da sua natural indisciplina e irreverência (rs). Eu sou bem o oposto, mas isto assim é uma moenga (rs).

      Beijo e boa semana.

      Eliminar
  11. Amiga, coloquei hoje um post no meu blogue em que
    vos anuncio que possivelmente vou deixar de manter
    activos os meus blogues.
    Pode ser que seja apenas um interregno, neste
    momento não tenho a resposta.
    Tudo de bom para si.
    Um bj.
    Irene Alves

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga Irene

      Por vezes, precisamos de um tempinho para retemperar energias.
      Depois, eis-nos preparadas para reiniciar o convívio.

      Por isso, digo: Até breve! :)

      Bj

      Olinda

      Eliminar
  12. Querida Olinda, pois já estive a pesquisar (mas no computador, no telemóvel não gosto!)!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, eu também, querida M., prefiro o computador para pesquisas
      mais demoradas.

      Bj

      Olinda

      Eliminar
  13. Respostas
    1. Querida Maria

      Muito obrigada, desejo-lhe uma bela semana. E gostei muito do seu contributo aí em cima. :)

      Beijinhos

      Olinda

      Eliminar
  14. Adorei o princípio para uma reunião ordenada e feliz. Faz falta essa disciplina ( e como se nota no dia a dia!...).
    Agrada-me a "settimana" pelo significado directo ao período de tempo. São sete dias e pronto.
    Precioso este (como os que nos tens habituado a ler) Post. Aprender a pensar é um dever de cada um. Obrigado, Olinda.

    Beijo
    SOL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Sol

      Muito apreciei o teu comentário, pelas palavras amigas e sábias.

      Uma boa semana te desejo.

      Abraço.

      Olinda

      Eliminar
  15. A propriedade linguística...aprecio como calculas. Gostei foi mesmo de conhecer um pouco a tua família...
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida Ana

      Contente por te ver por aqui. E obrigada pelas tuas bondosas palavras.

      Beijinhos

      Olinda

      Eliminar
  16. Meus amigos

    Daqui fala esta vossa ingrata. Ainda "a braços" com alguns resquícios de férias- a família é grande - conto voltar, em breve, para junto do vós para continuar a nossa conversa, interrompida há não sei quantos dias.

    Abraços.

    Olinda

    ResponderEliminar
  17. Estou a escrever e a rir-me do "vossa ingrata", Olinda!
    Viva intensamente com a sua família e passeie, porque a maioria das pessoas, dizem ser o melhor da vida.

    Beijos e dias felizes.

    ResponderEliminar
  18. Já tinha lido mas não comentado por falta de disponibilidade de tempo.

    Parabéns pot esta deliciosa partilha, assente num quadro tertuliano a saber a tempo que fica...
    Tentarei dar andamento ao desafio.
    Bjinho, Olinda

    ResponderEliminar
  19. Olinda, passei para saber como está e desejar um bom domingo.
    Beijinhos
    Maria de
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderEliminar