quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Saudade da prosa


Poesia, saudade da prosa;
escrevia «tu» e escrevia «rosa»
mas nada me pertencia,

nem o mundo lá fora
nem a memória,
o que ignorava ou o que sabia.

E se regressava
pelo mesmo caminho
não encontrava

senão palavras
e lugares vazios;
símbolos, metáforas,

o rio não era o rio
nem corria e a própria morte
era um problema de estilo.

Onde é que eu já lera
o que sentia, até a
minha alheia melancolia?


Manuel António Pina, in Poesia, Saudade da Prosa - uma antologia pessoal - livro precioso, presente que eu ganhei agora no Natal. :)





Então, a inserção deste poema vem a propósito do prazer de partilhá-lo convosco e, também, para referir que foi criado pela Editora Tcharan, o Prémio de Literatura Infanto-Juvenil Manuel António Pina, a que podem concorrer, até final de Fevereiro de 2013, autores e editoras do espaço lusófono.

Como incentivo, aqui vai mais um poema deste saudoso poeta:

A um jovem poeta

Procura a rosa
Onde ela estiver
estás tu fora
de ti.Procura-a em prosa, pode ser

que em prosa ela floresça
ainda, sob tanta
metáfora; pode ser, e que quando
nela te vires te reconheças

como diante de uma infância
inicial não embaciada
de nenhuma palavra
e nenhuma lembrança.

Talvez possas então
escrever sem porquê,
evidência de novo da Razão
e passagem para o que não se vê.


Ver mais aqui.

BOA SORTE!

8 comentários:

  1. António Pina, deixou-nos cedo, mas deixou-nos algumas preciosidades.
    As amostras que reproduzes, são escolha tua em apenas uma onda do seu Mar.
    Parabéns.

    Votos para um prometedor e Feliz Ano Novo.


    Beijos


    SOL

    ResponderEliminar
  2. Belos poemas...

    Que 2013 venha com muita saúde, paz e alegria...

    Abçs

    ResponderEliminar
  3. Era um grande poeta. Pena que tenha partido tão novo. Decerto teria muito ainda para nos dar.
    Um abraço e um 2013 tão feliz quanto o deseje.

    ResponderEliminar
  4. Um poeta extraordinário. Minha amiga passei para desejar um excelente Ano Novo. Que 2013 seja um ano de realizações pessoais e profissionais, sonhos realizados, alegrias constantes, saúde e incontáveis momentos felizes.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  5. Meus votos para 2013:

    "Que tenhas felicidade bastante para que possas suportar os momentos tristes; dificuldades para que venças e te fortaleçam a cada luta; sonhos para que busques a cada dia um novo objectivo; amor que te aqueça a alma; e esperança, sempre, para que não te falte o desejo de viver cada dia melhor, todos os dias.
    O que a vida quer de nós é simplesmente coragem!"

    ╔═════════ ೋღღೋ ══════╗
    ೋ ♫ FELIZ ANO 2013 ♫ ೋ
    ╚═════════ ೋღღೋ ══════╝

    ResponderEliminar
  6. "Vai pois, poema, procura
    a voz literal
    que desocultamente fala
    sob literatura

    Se a escutares, porém, tapa os ouvidos,
    porque pela primeira vez estás sozinho.
    Regressa então, se puderes, pelo caminho
    das interpretações e dos sentidos.

    Mas não olhes para trás, não olhes para trás,
    ou jamais te perderás;
    e teu canto, insensato, será feito
    só de melancolia e despeito.

    E de discórdia. E todavia
    sob tanto passado insepulto
    o que encontraste senão tumulto,
    senão de novo ressentimento e ironia?"

    - Arte Poética o primeiro poema de Poesia, Saudade da Prosa (tb eu o recebi mas foi em Maio) :)-

    E obrigada menina (ó)Linda e um abracinho e beijinho nesta passagem que já foi, mas que ainda é, (pois que no mundo ainda poisa o nosso pé), pelas mensagens deixadas lá no meu cantinho. Depois da faina do Natal com as minhas criancinhas o meu computador ficou doente com a minha ausência e teve de ir ao senhor doutor :) e para acabar e começar esta passagem eu na camita com gripita fiz viagem...ah, mas já `tou melhorzita e amanhã já o corpito arrebita que tem de começar a "bailar" lá p`rás bandas das escolinhas, com meninos e meninas :)
    Sorriso no rosto e um Ano Novo mto bem disposto minha amiga!

    ResponderEliminar