domingo, 3 de junho de 2012

Abraça-me

Abraça-me. Quero ouvir o vento que vem da tua pele, e ver o sol nascer do intenso calor dos nossos corpos. Quando me perfumo assim, em ti, nada existe a não ser este relâmpago feliz, esta maçã azul que foi colhida na palidez de todos os caminhos, e que ambos mordemos para provar o sabor que tem a carne incandescente das estrelas. Abraça-me. Veste o meu corpo de ti, para que em ti eu possa buscar o sentido dos sentidos, o sentido da vida. Procura-me com os teus antigos braços de criança, para desamarrar em mim a eternidade, essa soma formidável de todos os momentos livres que a um e a outro pertenceram. Abraça-me. Quero morrer de ti em mim, espantado de amor. Dá-me a beber, antes, a água dos teus beijos, para que possa levá-la comigo e oferecê-la aos astros pequeninos. 
Só essa água fará reconhecer o mais profundo, o mais intenso amor do universo, e eu quero que delem fiquem a saber até as estrelas mais antigas e brilhantes. 
Abraça-me. Uma vez só. Uma vez mais. 
Uma vez que nem sei se tu existes.


Quero morrer de ti em mim, espantado de amor ...
Neste texto espantoso Joaquim Pessoa leva-nos de espanto em espanto na sua incrível forma de dizer as coisas, de falar de amor, e de envolver neste canto o vento, o sol, a pele e todos os sentidos na busca do sentido da vida.
É com enorme prazer que volto a trazer este autor ao Xaile de Seda. 
Desejo-vos um excelente fim de semana. 
  

43 comentários:

  1. Querida Olinda:
    Ainda meia zonza da viagem, li e reli, este pedaço de poesia em prosa, do Joaquim Pessoa.
    Disse-me tanto, que chorei. É lindo, o sentimento que o inspira.
    Obrigada, minha doce Olinda.
    Beijinho
    Maria

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida Maria

      Sensibilizou-me o seu comentário que veio ao encontro daquilo que eu própria senti quando li esta poesia em prosa, como bem diz, de Joaquim Pessoa.Parece que nela foi dito tudo o que era humanamente possível dizer-se sobre o amor. Lindíssimo este sentimento!

      Beijinhos

      Olinda

      Eliminar
  2. "Abraça-me" é um pedido de tudo
    É um pedido que nos tem cativo
    Quando o corpo necessita de sentido...
    Sentido da vida, do afecto, do ser
    Abraça-me é um hino ao desejo da partilha
    De dois corpos enlaçados a sós, profunda ilha...

    Tão lindo, que faz doer cá dentro
    Obrigada ó Linda menina de Xaile de Seda
    Pela partilha que tem o brilho dos sentidos
    Não, não rima, mas faz o Universo sentir Vida !

    Um abraço e um beijo e excelente domingo
    com toda a amizade e carinho
    que possas encontrar no Caminho!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida Levezinha

      Adoro as tuas respostas em versos rimados, tão lindos, em que as palavras têm vida própria.Tens razão, 'abraça-me' extravasa o seu próprio significado como palavra e percorre um universo de doces sentimentos e arrojados propósitos, tendo o amor como inspiração.

      Desejo-te uma semana com muito 'trabalhinho' com essa linda gente de palmo e meio, bailando e cantando. :)

      Beijinhos

      Olinda

      Eliminar
  3. E traz muito bem, minha amiga! É um texto magnífico de um autor que não tem o devido destaque nas Letras.

    Beijinho e bom Domingo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Ana

      Com efeito, é uma pena que não se aproveite melhor este talento imenso,incluindo-o em esquemas de leitura a um nível geral.

      Muito obrigada.

      Bj

      Olinda

      Eliminar
  4. Também admiro imenso Joaquim Pessoa. Temos(felizmente óptimos escritores)pena que
    nem sempre ganhem o suficiente para se manter
    minimamente. Fez bem em colocar este post, ele
    merece.Um beijinho e bom domingo.
    Irene Alves

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Irene

      Não estou dentro do assunto, mas acho que, realmente, deveria haver uma estrutura de apoio a quem pretendesse dedicar-se à sua arte pelo menos nos primeiros tempos. Assim um género de mecenato. Tantos e tantos artistas que no passado se afirmaram e que se tornaram famosos porque encontraram no seu caminho um mecenas que os apoiaram...

      Beijo

      Olinda

      Eliminar
  5. Boa tarde Olinda!
    É sempre muito bom reler Joaquim Pessoa, esse poeta português que eu tanto admiro.
    Beijo carinhoso e uma ótima semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida Mara

      Leitura, releitura, momentos de puro e renovado prazer, não é?
      :)

      Beijinhos

      Olinda

      Eliminar
  6. É um grande talento,......se não fosse tão categórico nas suas
    convicções, apareceria muito mais.....A sua obra já é vasta,
    tanto em poesia (linda), como em diversos géneros de escrita.
    Mas....é o país que temos...
    Beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Andradarte

      Obrigada por nos trazer mais um pouco sobre este autor talentoso. Infelizmente há esta tendência para misturar as coisas...

      Abraço

      Olinda

      Eliminar
  7. Que forma tão exuberante de falar de amor.
    A gente vibra, à cada palavra.
    Grande poeta do amor, pleno!

    Obrigada, Olinda querida, vou me recolher,
    à Cadeirinha, para saborear mais, as palavras de
    Joaquim Pessoa...

    Boa semana, amiga.
    Beijinhos,
    da Lúcia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida Lúcia

      Diz bem, exuberante, de alma e coração em uníssono, com o Céu e a Terra em grande festa... :)

      Beijinhos

      Olinda

      Eliminar
  8. Uma amiga muito especial
    hoje marca a postagem do meu blog.
    Um ser divino que em pouco tempo conquistou corações nesse mundo virtual.
    O meu foi quase um dos primeiros a ficar apaixonado pelo carisma ,
    e grandeza de seu coração.
    Convido você a deixar seu carinho e fazer parte dessa preciosa amizade.
    Espero em Deus ter saúde o suficiente para conhece-la pessoalmete
    em 2012.
    Vou ficar agradecida com sua doce presença.
    Uma linda e abençoada semana.
    Beijos ternos e carinhosos.
    Evanir.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida Evanir

      Parabéns pelo aniversário da sua amiga.

      Desejo-lhe muitas felicidades e votos de que esse dia se repita por muitos anos. Já fui ao seu blog.

      Beijinhos

      Olinda

      Eliminar
  9. Vibrante poema. Um hino ao Amor, um brinde à vida.
    Bela escolha. Abrçs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um belíssimo poema Olinda!
      No leva a viajar pelo espaço... a sair do próprio corpo e entender a possibilidade da perfeita e sagrada comunhão do amor com o outro...

      Beijos querida e bom dia!!!

      Eliminar
    2. Olá, Jaime

      Muito obrigada pela sua visita, por ter vindo apreciar a escrita de Joaquim Pessoa.

      Abraço

      Olinda

      Eliminar
    3. Querida Fernanda

      Conseguiu captar toda a magia deste poema, traduzindo-a em lindíssimas palavras.

      Bj

      Olinda

      Eliminar
  10. Excelente a partilha

    do meu amigo Joaquim

    ResponderEliminar
  11. Excelente a partilha

    do meu amigo Joaquim

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Abençoada amizade essa, entre dois grandes poetas...

      :)

      Olinda

      Eliminar
  12. Olinda!
    Hoje vim e li um hino ao amor.àquele amor que popr tantos ja foi vivido, e outros que tanto o anseiam.São palavras calorosas, são o ele entre dois seres, que me conjugam num só.
    Para~bem amiga pela linda escolha, foi lêr pausadamente para poder caminhar ao lado desse grande amor.
    Gostei sinceramente.
    Até breve
    Herminia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida Hermínia

      Um hino ao amor...sim, é isso, ao amor vivido, ao amor ansiado,sempre com sabor novo, revisitado.
      Tem razão, este texto merece ser lido devagar, degustado lentamente deixando que os seus eflúvios nos embriague e nos renove.

      Beijinhos

      Olinda

      Eliminar
    2. :)

      corrigindo: 'nos embriaguem e nos renovem'...

      Eliminar
  13. Lindo este abraço que connosco partilhas, Olinda. Abraço é bom...acalenta a alma, protege; quando abraçamos sentimo-nos vivos e sentimos, acima de tudo que estamos de certeza a consolar alguém. Quem não gosta de um abraço? Aqui te deixo o meu cheio de carinho. Fica bem, amiga!
    Emília

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida Emília

      Ainda bem que focas a importância do Abraço. É uma expressão de carinho envolvente que traz tranquilidade e paz ao coração.E, como dizes, sentimo-nos vivos, em comunhão com o outro.

      Aceito com muito prazer o teu abraço e retribuo-o carinhosamente.

      :)

      Olinda

      Eliminar
  14. E faz muito bem!
    Os bons autores devem ser divulgados!

    Bjsss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também sou dessa opinião, meu caro Vieira Calado.

      Abraço

      Olinda

      Eliminar
  15. Este sublime Poema foi relido para "entranhar" bem, em mim.
    O que senti, quase causa calafrios pela tão grande sensibilidade que nos é mostrada. Linguagem verdadeiramente Poética.
    Parabéns.

    Beijos

    SOL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Meu caro poeta

      É muito bom ler este seu comentário com toda essa sensibilidade à flor da pele, trazendo-nos muito daquilo que costuma imprimir aos seus sonetos:a magia do Amor.

      Obrigada.

      Abraço

      Olinda

      Eliminar
  16. Um sótão cheio de lembranças
    Escrevi no pó palavras sem nexo
    Retirei uma cartola de uma caixa de cartão
    E senti ao toque o poder da ilusão

    Ilusões…
    Um cavalo de pau perdido ao carrocel
    Uma estola de um bicho qualquer
    Uma escultura talhada a cisel

    Uma foto a preto e branco
    De uma mulher sem rosto
    Uma janela virada para nenhum lado
    Uma traquitana a imitar o sol-posto

    Terno abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Meu amigo

      Lembranças e ilusões...Ilusões e lembranças... Palavras que se tocam no nosso arquivo de coisas cheias de pó, entrelaçadas, misturadas, nas voltas que a vida dá...

      Obrigada.

      Um grande abraço.

      Olinda

      Eliminar
  17. Minha Querida:
    Verdadeiramente belo este escrito! Uma pérola! Não conhecia e gostei mesmo muito.
    Continuo assolado por ondas gigantescas de trabalho, mas, muito brevemente, colocarei um post.
    Obrigada pelo seu carinho em "Luz de África".
    Um abraço muito grande para si e para a sua filhotinha.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida Isabel

      Que bom receber a sua visita! Sim, sei que tem estado muito ocupada, por isso fico duplamente satisfeita pois sei que teve de arranjar tempo e espaço para aqui vir.

      Pois, cá fico a aguardar o seu post o qual irei ler e comentar com todo o prazer.

      Beijinhos meus e da minha filhota. :)

      Olinda

      Eliminar
  18. E como eu gostei deste texto!
    Obrigada!

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um texto lindíssimo, querida Rosa, que dá gosto ler.

      Beijo

      Olinda

      Eliminar
  19. A poesia quando nos bate no coração é linda.
    um beijinho para ti

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É bem verdade, querida Lili.

      Beijinhos

      Olinda

      Eliminar
  20. Minha querida

    Adoro Joaquim Pessoa, e este texto é sublime, como tudo que ele escreve.

    deixo um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Sonhadora

      Um texto para ser lido e relido e 'entranhado', como diz Sol da Esteva. :)

      Beijo

      Olinda

      Eliminar
  21. Convido-te a conhecer um Homem de papel
    Convido-te a olhá-lo num espelho de água

    Mágico beijo

    ResponderEliminar