sábado, 14 de dezembro de 2013

A Lenda da Flor de Natal


Procurando lendas e contos de Natal para as minhas lides, encontrei esta com o nome, 'A lenda da Flor de Natal'. Sabem, aquela linda flor que trazemos para casa ou que alguém nos oferece pelo Natal e que desfalece passado pouco tempo? Pelo menos a mim acontece-me sempre. Em todo o caso, posso atribuir isso a alguma falta de jeito da minha parte para a acondicionar de modo a proporcionar-lhe um ambiente propício. Precisamente por isso e querendo conservá-la de algum modo trago-a para aqui e ofereço-vo-la, nesta quadra festiva, juntamente com a lenda, desejando-vos muitas felicidades.

E reza assim:

A Lenda da Flor de Natal

Diz a lenda, que uma menina chamada Pepita, sendo pobre, não podia oferecer um presente merecedor ao menino Jesus, na missa de Natal. Muito triste, contou o facto ao seu primo Pedro, que ia com ela a caminho da igreja. Este disse-lhe que ela não tinha que estar triste, pois o que mais importa quando oferecemos algo a alguém, é o amor com que oferecemos, especialmente aos olhos de Jesus. Pepita lembrou-se então de ir recolhendo alguns ramos secos que ia encontrando pelo caminho, para Lhe oferecer.

Quando chegou à igreja, Pepita olha para os ramos que colheu e começa a chorar, pois acha esta oferenda muito pobre. Mesmo assim, decide oferecê-las com todo o seu amor. Entra na igreja e, quando deposita os ramos em frente da imagem do menino Jesus, estes adquirem uma cor vermelha brilhante, perante o espanto de toda a congregação presente. Este facto foi considerado por todos o milagre daquele Natal.



Já não é a primeira vez que aqui transcrevo lendas e mitos. Fi-lo há algum tempo numa série que denominei, Semana da Lusofonia no Xaile, procurando neles o fiozinho invisível que liga as pessoas nas suas tradições. Talvez um resquício dos tempos em que a história de um povo era transmitida oralmente, pelos mais velhos. Neles vemos o maravilhoso aliado a uma inverosímil e singela linguagem, e parece que têm o condão de nos convencer a aceitá-los tal como se apresentam. Tal como a figura do Pai Natal na qual acreditamos e colocamos os nossos mais íntimos desejos e quando chega a idade em que as ilusões se desfazem, sentimo-nos defraudados.




Mas eu, meus amigos, voltarei a ser criança e a acreditar se, para isso, a esperança se conservar no meu e nos vossos corações.


A todos um Bom Natal.

Ainda é ceeedo - diz-me uma vozinha. Não faz mal - respondo eu - daqui a alguns dias desejarei o mesmo, ainda mais efusivamente.

:)


Abraço

Olinda  


Lenda transcrita-aqui     

19 comentários:

  1. Uma História linda carregada de ternura.
    Quantos destes milagres acontecem diariamente, porque acreditamos.
    Quando se dá o que de melhor que nós temos É o melhor presente onde brilha o amor.

    ResponderEliminar
  2. Todos os dias caem estrelas no chão

    que se levantam

    Bjs

    ResponderEliminar
  3. E uma lenda muito bonita que eu não conhecia e eu tenho lido imensas lendas, já que é uma leitura de que muito gosto. A minha estrela de Natal, (chamo-lhe assim pois não sei o nome) também nunca dura muito. Mas a minha mãe teve uma que durou 3 anos e floriu sempre no Natal. Secou uma semana antes da morte de meu pai. Se foi coincidência, ou não, não sei.
    Um santo e feliz Natal.
    Um abraço e bom Domingo

    ResponderEliminar
  4. ❀ ❀ ❀
    Bom dia, Olinda !

    Merci pour cette belle publication de Noël !!!
    J'aime cette fleur rouge ! SUPERBE !

    Beijo

    Nancy
    ❀ ❀ ❀

    ResponderEliminar
  5. Amiga passei só para informar que o comentário acima é meu. É o que dá ter só um pc em casa. O maridão esteve a ver o correio e esqueceu de sair do perfil. Eu não reparei e andei a visitar os amigos e a comentar com pseudónimo. So reparei agora. Me desculpe.
    Um abraço e bom Domingo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :))

      Ainda bem que me avisou, amiga Elvira. Estava a planear ir em visita ao jj para agradecer tão amável comentário. Portanto, o meu agradecimento vai para si, como é óbvio.

      Quanto a pc's, olhe que cá por casa a coisa não vai melhor. Eu também, às vezes, tenho de fazer alguma ginástica para a coisa não sair em nome do meu 'compagnon de route'... :)

      Beijinhos

      Olinda

      Eliminar
  6. Olinda, minha querida
    Eu, que gosto tanto de lendas e conheço tantas (já publiquei bastantes), nunca tinha ouvido falar desta. Ainda bem, fiquei com mais uma para a minha colecção :)
    É uma lenda muito bonita e apropriada para a época natalícia.
    As lendas, em ninha opinião, têm sempre um fundo de verdade, ou seja, aparecem (vão passando de geração em geração) baseadas em factos que ocorreram em determinadas épocas. Com o tempo perdem alguns pormenores e ganham outros, e chegam até nós com esse halo maravilhoso que nos encanta.

    Ainda nos "veremos" antes do Natal - assim espero, o que não invalidada que te deseje, desde já, muito BOAS FESTAS!

    Bom Domingo
    Beijinhos
    Mariazita
    (Link para o meu blog principal)

    ResponderEliminar
  7. Que saiba identificar nunca vi tal flor nem sabia da sua existência e, portanto, menos ainda da lenda.

    Mais uma vez , aumento o meu conhecimento : receba a minha gratidão.

    Querida Olinda, no meu abraço amigo, agradeço e retribuo os votos de felizes festas, Natal com amor e paz e de um 2014 muito melhor do que 2013!

    ResponderEliminar
  8. Feliz Domingo do Advento!!
    Tempo de ESPERAnça!!

    ResponderEliminar
  9. Ainda é cedo, mas o Natal é quando nós queremos, não é? ;)
    Beijinhos
    (e a mim acontece-me o mesmo com essa flor, até parece de papel!)

    ResponderEliminar
  10. Belo post...Espectacular....
    Votos de Boas Festas....
    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  11. Tal como o azevinho....é um bom símbolo do Natal...
    Boas Festas
    Santo Natal
    Abraço

    ResponderEliminar
  12. Por incrível que pareça, hoje ofereceram-me uma flor de Natal; agora, junto a essa vou colocar a tua que muito agradeço. Não conhecia a lenda, mas adorei! E embora cedo, aqui deixo um abraço muito caloroso e os votos de que tenhas um Natal feliz e carregadinho de alegria e entusiasmo, mesmo como os nossos netinhos que andam entusiasmadíssimos esperando esse dia de que tanto gostam. É um natal diferente o deles, em nada parecido com os nossos quando tinhamos a idade deles, mas é assim que o conhecem e se o espírito natalício acabou a culpa é só de quem os formou e nesses eu me incluo, claro. Fica bem, amiga e vamos lá...muita, muita alegria!
    Emília

    ResponderEliminar
  13. Não conhecia a lenda e gostei muito. Ela tem um sentido especial, pois o valor do presente é o que menos importa. E o agradecimento a Deus é perfeito em uma simples prece.
    Que viva um Natal de luz, ao lado dos que lhe são queridos e que o espírito dessa data se renove a cada dia. Bjs.

    ResponderEliminar
  14. Oi Olinda,
    Linda história!

    Hoje passei exclusivamente para agradecer o carinho, à amizade, e a tua presença nesse ano de 2013 no meu blog. O meu desejo é que em 2014 possamos estar juntos novamente.
    Desejo um abençoado Natal pra você e toda a sua família. Que os dias do Ano Novo sejam uma seqüência de profundas realizações e vitorias com fartas colheitas chegando a seus campos, e belas flores surgindo em seus jardins.
    Feliz Natal e Próspero 2014!
    Um beijo de carinho em teu coração!

    ResponderEliminar
  15. ❀ ❀ ❀
    Coucou chère Olinda
    Je te souhaite de bonnes fêtes de Noël !!!
    Je t'embrasse !!!!
    ❀ ❀ ❀

    ResponderEliminar
  16. Querida amiga, vim lhe agradecer a sua presença carinhosa e amiga durante deste lindo ano, que 2014 chega coberto de Alegrias paz e Muito Amor!
    Por favor, me perdoe pelo meu silencio, e tenha a certeza que eu não me esqueço de você
    Que o Deus Menino transforme nossos corações nos tornando pessoas cada vez melhores!
    Feliz Natal.
    Abraço amigo
    Com carinho
    Maria Alice

    ResponderEliminar
  17. Uma lenda muito bonita e adequada ao momento.
    Venho desejar-lhe e a sua Família
    um Feliz e Santo Natal.
    Bj.
    Irene Alves

    ResponderEliminar
  18. Tocante, amiga. O natal já passou, mas meus desejos de você feliz e com saúde, não passam nunca!

    Um beijão!

    ;))

    ResponderEliminar